19/08/2016

19 agosto | 19 anos


Hoje faz 19 anos. Recordo o momento exacto em que me disseram que tinhas morrido. Tinha 10 anos, lembro-me de tudo, inclusivé da dolorosa logística da morte. Hoje faz 19 anos e não há dia que não fale contigo, não há momento importante que não me lembre de ti, não há momento de angústia em que não te peça uma luz e (ainda) não há forma de conseguir escrever mais do que isto sem estar perdida em lágrimas.
 
Obrigada pela diferença que fizeste na construção positiva da pessoa que sou hoje. Devo-te (devemos) um profundo respeito pela forma como viveste e pelo legado que me (nos) deixaste. E sei que querias que não me (nos) faltasse nada, mesmo que faltasses tu.
 
Só faltas tu.
SHARE:
© serendipity. All rights reserved.