04/08/2016

quatro dias no Algarve

Ainda faltam umas semanas de trabalho pela frente (não sei quantas) e a necessidade de descanso começa a impor-se. Gosto de trabalhar em agosto (enquanto puder assim será), tudo mais tranquilo, mais tempo, mais calor e mais pessoas bem dispostas, mais tempo para alinhar projectos para setembro (e para a vida), mas estas PAUSAS* são fundamentais e acontecerão sempre que possível. 

Preciso de (me) somar (mais).


* Pausa mesmo. Não vai agenda, não vão caderninhos&cia atrás, não há planos nem perspectiva de oportunidade para definição de planos de acção. Vai o telemóvel para o estritamente necessário.

Até já.
SHARE:
© serendipity. All rights reserved.