30/09/2016

Certificação Internacional em Coaching

We Create
World Coaching Organization

Só hoje, quase duas semanas depois do fim de semana (absolutamente alucinante) de formação, consigo escrever sobre a componente teórica da Certificação Internacional em Coaching. Primeiro porque a minha vidinha vapt vupt não mo permitiu e depois porque precisei de tempo para assimilar tudo aquilo que foram aquelas vinte e seis horas de formação.
Não sei exactamente o momento em que me comecei a interessar mais pela área do desenvolvimento e comportamento humano, da psicologia (positiva, sempre), do mindfulness, do foco no essencial, na valorização e do significado e propósito de vida, e muito provavelmente não houve um momento nem um clique. Existiram vários momentos que me marcaram muito nos últimos anos (as três semanas em Natal, a viagem à Índia e a morte da minha avó) e que de alguma forma me mudaram, na forma de estar e de ser. Momentos que me tornaram numa pessoa muito melhor. E talvez sejam parte da premissa para o autoconhecimento que adquiri, para o poder de relativização que tenho, para a serenidade com que encaro inúmeras situações, para o pragmatismo, a auto-análise que faço todos os dias, para a capacidade de ver sempre o lado bom de tudo. E para este espírito curioso de saber mais e mais e mais sobre como tudo isto funciona "cá dentro", as relações humanas, a elevação do potencial deste bichinho maravilhoso que somos.

Com efeito, ando sempre atenta a formações e workshops sobre esta matéria, sobre o coaching já tinha lido um pouco, e eis quando surge a Certificação Internacional em Coaching, no Porto, condensada num só fim de semana e perfeitamente exequível com a agenda Porto/Lisboa que tenho de gerir aos sábados. Sentia-me super motivada (ou mobilizada vahhh), preparada para receber esta formação e ainda por cima tinha companhia (minha sócia linda), portanto não tive como negar as evidências.

E AINDA BEM QUE ISTO ACONTECEU.

Foram MUITOOOOO mais do que umas horas de teoria sobre o desenvolvimento humano, metodologias de aplicação, a génese e os objectivos do coaching, psicologia ou terapias.
Foi uma lufada de ar fresco, uma energia absolutamente contagiante, uma viagem ao mapa mundo de cada um (num grupo cheio de diferenças e tão semelhante), uma troca de experiências, uma oportunidade para autoanálise e autocrítica maravilhosa, uma aquisição de conhecimentos e mecanismos para enfrentar situações correntes e delicadas do dia a dia.
Foi um fim de semana intenso, chamemos-lhe assim, muito exigente física, emocional e intelectualmente, mas que me fez/faz dormir com "um brilhozinho nos olhos".

Sobre o programa, mais informações, bibliografia, o que é a ROSA, o Rapport, as Raízes e os Resultados, o coaching formal, informal e auto-coaching, não ouso sequer (ainda) escrever, porque está tudo tão bem organizado e explicado no site da WCO e, para quem tiver interesse e oportunidade, na voz e no discurso da Marta Ferreira*

O processo continua, existem sessões de avaliação para dar (já encontrei o meu #clientevoluntário e estou bem feliz por isso), relatórios para fazer e, espero, uma certificação para receber no final deste ano. E mais? Gostava muito que todas as pessoas (especialmente as minhas pessoas bonitas, porque quero sempre sempre mais para elas) tivessem oportunidade de fazer esta formação.
Muito muito recomendada :)


Mas, e então o que é o Coaching?

Coaching é tudo sobre SONHOS e em cinco palavras: Libertar Potencial Através da Acção.


"Coaching é um processo que tem por objectivo desenvolver, desafiar, apoiar e capacitar pessoas a atingir de forma sustentável todo o seu potencial individual e profissional, através de perguntas.
Durante o processo de coaching o foco do coach é colocar o cliente a falar no presente e no futuro e esta é uma das principais diferenças entre o coaching e a terapia. O coach pode ouvir o que aconteceu no passado recente do cliente, mas não está concentrado em aprofundar esse lado da situação. Sendo assim, orienta o cliente para o hoje e para o futuro.
As principais vantagens do coaching: a oportunidade de ter uma reflexão individual e aumentar o nosso nível de consciência sobre nós mesmos; aumento da nossa capacidade de estar em causa perante diversas situações da nossa vida; ganho de maior estrutura e foco; feedback e apoio constantes ao longo do processo."


Os D'Bandados:




AGENDA WORLDCOACHING PORTUGAL

Certificações Internacionais em Coaching - Todos os meses. Consulta www.worldcoaching.com

LISBOA - 23, 24 e 25 de Setembro
PORTO - 18, 19 e 20 de Novembro
CATALISADORES: 1 a 6 de Novembro, Hotel do Sado, Setúbal
MASTER COACH: 15 & 16 de Outubro; 19 & 20 de Novembro


* A Marta foi a formadora da edição em que participei e é um SER INSPIRADOR. Absolutamente deliciosa (Marta desculpa, mas tinha de dizer isto) e de bem com a vida (nem todos os dias são cor de rosa, mas a forma como os encaramos nota-se). Btw, um dia vou conhecer o Daniel (Sá Nogueira).

Bons sonhos*
SHARE:
© serendipity. All rights reserved.