06/06/2017

Do ter fé

'Não tenho religião. Comecei este post com “não sou crente”. Apaguei. Depois escrevi “não tenho fé.” Apaguei de novo. Porque todos somos crentes e temos fé em alguma coisa. Pode não ser num Deus qualquer, mas não deixa de ser fé por isso. Porque podemos acreditar no homem, na humanidade, no poder de cura das plantas, das bagas goji, no poder do amor, no dos cristais, no alinhamento dos astros, no horóscopo, no universo, na vitamina C, na D, na E, na lua, no sol, nas marés, na ciência, no conhecimento, no progresso, na democracia, na meritocracia, no pensamento crítico, no poder da palavra, no que fica por dizer, na sorte, no azar. Todos acreditamos em alguma coisa, sem saber bem porquê. Uma que seja. Não percebo porquê tanto julgamento, tanta consideração, só porque que há quem acredite em milagres. Porque no fundo, todos acreditamos em milagres. Podem é não incluir o sol a girar, nem senhoras em cima de uma azinheira. Geralmente incluem apenas uma coisa, sem lógica nenhuma, à qual que costumamos chamar esperança.'



SHARE:
© serendipity. All rights reserved.