19/10/2017

NYC Diaries


Ela. 
A cidade-desejo, a cidade que não dorme, a big apple, onde estão as maiores lojas do mundo, os espectáculos da Broadway, a Estátua da Liberdade, as milhares de opções de restaurantes (e o cheiro a junk food no ar), o Central Park, a Times Square. 
Sobre ela, quando o tempo e a dedicação - que nem sempre sobejam - permitirem, farei um documento néctar, uma espécie de guia, e partilharei. Porque não faço dos destinos segredo. Prefiro segredar-vos as minhas dicas.

Ele.
O grande companheiro desta viagem e o melhor companheiro de vida. Que me atura sem reclamar, que me tira fotografias, todas as que quero e que as repete quando digo que fiquei com "ar de lula". Que carrega a mochila, com o peso dos dois, para me aliviar. Que me trata como uma princesa. Que faz quilómetros ao meu lado para experimentar a melhor panqueca da cidade. Que alinha comigo nas fotografias com os filtros do instagram, mesmo que fique com características de um urso. Que vai comigo ao MoMa quando preferia estar na loja da NBA. Que me devolve um sorriso mesmo depois de passar mais de uma hora na Victoria Secret (confesso que aqui fico na dúvida se é generosidade ou deleite com todo o imaginário ahahah). Que se esforça pela pose para a fotografia, porque "João, estamos no Top of the Rock", "João, estamos em Brooklyn", "João, ....". Que fica entretido na fila de espera da Magnolia Bakery só para eu experimentar o tão aclamado cupcake. E me fotografa qual Carrie Bradshaw. Que vai ao Mc Donald's e compactua com um jantar-picnic na cama do quarto de hotel (porque os meus pés não davam nem mais dois passos naquela noite).

Ele. O grande companheiro desta viagem. Que tem as melhores conversas comigo. Que partilha o mojito e não prova o copo de vinho tinto. Que me faz rir à gargalhada com aquele humor tão peculiar.
Obrigada por me fazeres sentir que fomos duas crianças disfarçadas de adultos em New York, daquelas que comem MM's às escondidas.

Ele. O melhor companheiro de vida. O melhor que os meus pais me deram. O melhor irmão que poderia ter. Obrigada. Obrigada. Obrigada.
Amo-te (em qualquer parte do Mundo).
SHARE:
© serendipity. All rights reserved.