06/11/2017

Expo | The world of STEVE MCCURRY

Steve McCurry
"Uma grande fotografia tem uma grande emoção. Seja amor, seja ódio."


É, acima de tudo, um privilégio esta retrospectiva de vida e de obra mostrada, pela primeira vez, em Portugal, no Porto.
São mais de 200 fotografias do fotógrafo americano Steve McCurry, uma das vozes mais importantes da fotografia contemporânea, que fez capas em todo o mundo e ganhou a medalha de ouro Robert Capa pela coragem e resiliência (além de uns quatro inéditos primeiros prémios no World Press Photo), em exposição na Alfândega do Porto até 31 de dezembro.
Tem imagens inéditas e a célebre fotografia da menina afegã de olhos verdes.

«As fotografias devem provocar alguma surpresa e têm histórias para contar».
Aos 67 anos, e depois de tanto mundo, de tantas imagens, tantas imagens, o fotógrafo que estudou cinema na Universidade Estadual da Pensilvânia, antes de ir trabalhar para um jornal local, continua a acreditar no mundo em que vivemos. «Temos de ser positivos, não podemos desistir. Tenho uma filha…»
'Fotografou o 11 de setembro. Saiu do seu escritório em Nova Iorque e foi para as ruas de coração agoniado captar as operações de resgate. Esteve no Japão no pós-tsunami de 2011 e fotografou, entre muitos cenários, a silhueta de um homem num espelho partido.
A exposição de Steve McCurry no Porto começa com uma seleção inédita de fotos a preto e branco, durante a sua missão no Afeganistão. Na cidade portuguesa, já fotografou a Estação de São Bento e provas do vinho do Porto.
Esteve no conflito no Afeganistão e mostrou-a além fronteiras. Captou a Guerra do Golfo e o ar negro das queimadas de petróleo. Registou o drama das crianças-soldado com metralhadoras ao peito. Esteve em cenários de guerra e de violência. Testemunhou transições culturais. Tirou milhares de retratos. E em 1984 fotografou Sharbat Gula, a menina afegã de olhos verdes que o mundo não esquece.'

As fotografias estão suspensas, cada uma tem uma luz especial, e não há um percurso obrigatório. É como um labirinto em que o visitante faz o seu próprio trajeto como uma viagem íntima ao universo fotográfico de um nome maior da fotografia. Cada foto tem a sua própria legenda, mas com um mínimo de informações. Há um áudio-guia disponível em cinco línguas: português, inglês, francês, italiano e alemão. Em inglês, o narrador é o próprio fotógrafo.
Vale tanto, mas tanto, uma visita:)

The World of Steve McCurry
Alfândega do Porto até 31 de dezembro
De segunda a sexta-feira das 10h00 às 18h00
Sábados, domingos e feriados das 10h00 às 19h00
Adultos: 11 euros
Crianças dos 4 aos 12 anos: 7 euros
Seniores e estudante: 9 euros 
SHARE:
© serendipity. All rights reserved.